Primeiros passos para ir para a Finlândia

Agora é a vez do Anderson perguntar:

olá pessoal! muito legal esse site! caiu do céu para mim!

seguinte: fui admitido na Academia Sibelius para aprender a tocar cello. acontece que nunca saí do país! passada a fase da comemoração, não tenho a menor noção do que fazer agora. para fala a verdade, somente tenho o passaporte…

preciso de ajuda sobre o que fazer, dicas para moradia, eventuais bolsas de estudo, como arranjar emprego, etc.

aguardo o retorno!

Em primeiro lugar, parabéns pela conquista, Anderson!

Bom, vamos lá. Vou tentar listar um passo a passo e uns links que podem ser úteis para você – e para quem mais estiver na mesma situação.

1) Passaporte

Você disse que já tem o passaporte, e isso é ótimo! Mas, para quem não tem, o local para conseguir informações é o site da Polícia Federal: http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte.

Hoje em dia o processo está bem mais fácil e organizado, e consegue-se tirar um passaporte em pouco tempo. Mas é sempre prudente imaginar que pode demorar até 3 meses para tirar o seu. Além disso, verifique a data de validade do documento, que, regra geral, deve ter validade de no mínimo 6 meses além da data do fim da viagem.

2) Visto para a Finlândia

Não é necessário visto para brasileiros que querem visitar a Finlândia a turismo por um período máximo de 3 meses. No entanto, ele é indispensável para quem quer estudar, trabalhar ou passear por mais tempo. As informações a respeito do visto para a Finlândia podem ser encontradas no site da Embaixada: http://www.finlandia.org.br/public/default.aspx?nodeid=36434&contentlan=17&culture=pt-BR.

Se suas dúvidas não estiverem resolvidas nessa página, não hesite em contactar o pessoal de lá, por e-mail ou telefone. Eles são super solícitos e respondem rápido.

3) Onde morar

Se você vai para estudar, a melhor aposta, ao menos no início, é contar com a ajuda do escritório de assuntos internacionais da universidade para onde você vai. Eles são, com certeza, os mais indicados para dar esse apoio a você, te ajudando a encontrar as melhores opções de preço e localização.

De qualquer maneira, saiba que cada cidade finlandesa conta com uma espécie de organização sem fins lucrativos que cuida de moradia estudantil, oferecendo apartamentos a preços convidativos para os estudantes, tanto finlandeses quanto estrangeiros. É normal conseguir inclusive apartamentos mobiliados nessas empresas. Em Helsinki, a mais conhecida é a HOAS (http://www.hoas.fi/www/hoaswww.nsf/sp?open&cid=homepage). Em Tampere, eu conhecia a TOAS (http://www.toas.fi/en) e a Opintanner (http://www.opintanner.net/index.php?l=EN).

4) Bolsas de estudo

Bolsa de estudo, todo mundo quer, ninguém sabe direito onde conseguir… Ainda mais em tempos de vacas magras na Europa. Mas não custa nada tentar encontrar. Um bom lugar para começar a procura é no site da universidade mesmo. Normalmente as oportunidades são divulgadas lá. Outra possibilidade é o Centro de Mobilidade Internacional, o CIMO.fi (http://www.cimo.fi/programmes/cimo_scholarships). O site Study in Finland também tem uma página dedicada ao assunto das bolsas: http://www.studyinfinland.fi/tuition_and_scholarships/.

Procure também listas de discussões de estudantes e profissionais na sua área, que muitas vezes são locais onde quem oferece bolsa coloca seus anúncios.

É possível conseguir bolsas do governo brasileiro, e as oportunidades por aqui têm ficado mais comuns. Fique atento aos sites do CNPq e da CAPES, cadastre-se em newsletters ou feeds de RSS para receber as atualizações, ou mesmo use um serviço tipo o Follow That Page (http://www.followthatpage.com/), que avisa por e-mail quando as páginas que você cadastrar no sistema mudarem. Isso é bem útil caso você tenha achado uma página com informações desatualizadas de bolsas oferecidas – basta cadastrar a página ali e aguardar a próxima chamada!

5) Como arrumar emprego

Primeiro de tudo, veja se seu visto permite o trabalho. No caso do visto de estudante, há restrições durante os meses de aula (setembro a maio), quando os alunos estrangeiros podem trabalhar por não mais que 20 horas semanais, ou seja, meio período. Nos meses do verão não há essa restrição.

Arrumar trabalho na Finlândia não é tão fácil sem falar finlandês bem. Há alguns nichos que empregam estrangeiros que não falam finlandês, em especial as áreas de tecnologia, tradução e localização de software. Mas a crise ainda está pairando por lá, e esses empregos não andam muito fáceis…

Fizemos alguns (poucos) posts sobre isso aqui mesmo no Brasilialainen.com. Dê uma olhada:

Espero que as informações te ajudem! Boa sorte!

This entry was posted in Estudo, Vida. Bookmark the permalink.

13 Responses to Primeiros passos para ir para a Finlândia

  1. como eu faço pra estudar na firlandia e trabalhar

  2. maira says:

    Olá, José Antônio,
    aqui no site tem bastante informações para você sobre esse tópico. Dê uma olhada e boa sorte!
    Abraços,
    Maíra

  3. Maiara says:

    Como faço pra conseguir ser aceita em uma Universidade Finlandesa?

  4. maira says:

    Oi Maiara,
    aqui mesmo no Brasilialainen já escrevemos alguns posts que lhe podem ser úteis! Dê uma olhada:

    http://www.brasilialainen.com/site/category/estudo/

    As inscrições costumam abrir no fim do ano, então agora é a hora certa para se programar!

    Boa sorte e abraços,
    Maíra

  5. Vinicius Fonseca says:

    Ola, eu estava pesquisando, exatamente sobre os bens e contras de ir para a finlandia.

    eu falo ingles, Mas andei vendo que o povo la, nao é muito de falar ingles. quero ir para jogar hockey, em alguma universidade ou time local. pretendo morar e se possivel me naturalizar. meu maior problema seria moradia. Frio é o de menos kkkkkk, eu sou praticamente um boneco de neve. me ajudem obrigado.

  6. Vinicius Fonseca says:

    e outra tava vendo aqui agora, não tem voo direto, e sera necessario, desembarcar na noruega. e eu nao entendi direito isso= § Comprovante de intenção de retorno ao Brasil (contrato de trabalho, membros da família, declaração de bens no Brasil)

    vou apresentar minha carteira de trabalho ?

    § Carta-convite de um finlandês (residente permanente na Finlândia) com as informações de contato e cópia do passaporte do apresentador do convite (visto de turista)

    Eu nao conheço nenhum finlandes kkkkk. me expliquem isso direito, Obrigado.

  7. Alan says:

    Vinicius, ja foi no site couchsurfing? La tem uns esquemas de “dormir no sofá” dos outros 😀 e é uma forma de contato com o povo de la. Lembre-se, os finlandeses sao extremamente educados e falam pouco, seja cordial. Nada de “koeh cupadi!” ahahahuehaheu

  8. Sandré Cardoso says:

    A finlandia exige curso superior para conseguir visto de trabalho como o Canada exige ou não é necessário?E se quiser montar um negócio próprio lá,aonde consigo informações detalhadas de como fazer?

    • Maira says:

      Oi Sandré,

      sugiro dar uma olhada na página da embaixada da Finlândia. Lá eles respondem a essa e outras dúvidas, e o que eles não tiverem no site você pode mandar um email e perguntar.

      Abraço e boa sorte!

  9. Semírames says:

    Olá! Estou indo para um intercâmbio de um semestre na Finlândia através da minha universidade.Vou para a cidade de Kokkola, que fica mais ou menos próxima a Tampere e Helsinque.
    Estou em dúvidas quanto à questão de cartões de crédito/débito e bancos no país, pois meus pais me enviarão dinheiro durante o período. O que vocês recomendariam?
    Qual a bandeira mais aceita e qual seria a melhor opção pra fazer saques na Finlândia?

    Desde já, obrigada! 😀

  10. maria Madalena says:

    Minha irmã mora na Finlândia e quer que eu vá mora lá com ela pra mim estudar lá o que ela pode fazer

  11. maria Madalena says:

    minha irmã mora na Finlândia quer que eu vá morar com ela pra estudar lá o que ela pode fazer

  12. Karine says:

    olá gostaria de ir para passear, mas a duvida é onde ficar? gostaria de ficar um mês …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *