Pergunta do leitor: Bolsas de estudo na Finlândia?

A Camilla pergunta:

Olá,[…]

Eu já fui à Finlândia duas vezes para turismo, mas o sonho da minha vida é morar lá. Adoraria fazer uma graduação e consequentemente, arrumar um emprego e construir minha vida por lá.

No primeiro comentário que eu fiz aqui, você me orientou que para ir para lá estudar, no momento de obtenção de visto de estudante, é necessário comprovar uma renda mensal de 500 euros para a duração do período de estadia por conta do curso. Eu gostaria de saber se por acaso não há outra maneira ou se esta comprovação é algo indispensável para a concessão do visto.

Para ser honesta, eu não tenho condições financeiras para tal, fui para lá com muita dificuldade e suor. Não existe, por parte do governo finlandês, algum tipo de auxilio nesse sentido para estudantes? Como por exemplo o que o governo daqui oferece para o projeto Ciência Sem Fronteiras? Infelizmente o curso que eu gostaria não está incluído no projeto, então estou tentando todas as alternativas.

Oi Camilla!

A comprovação de renda mensal é uma exigência do governo para emissão do visto e não tem como fugir. Eu já escrevi sobre a comprovação de renda no processo de obtenção do visto de estudo aqui.

Infelizmente, o governo finlandês não oferece bolsas para graduação, e nem para mestrado. Aliás, nem o Ciência sem Fronteiras oferece bolsas de graduação na Finlândia, provavelmente porque não há cursos de bacharelado em inglês no país, e aprender finlandês só para passar um ano não é muito prático. Atualização: procure por bolsas do Ciência Sem Fronteiras, que aparentemente agora estão disponíveis também para graduação.Financiamento para o doutorado, por outro lado, é mais fácil, já que normalmente o estudante de doutorado é considerado empregado da universidade e recebe salário. Ou então há as escolas de graduação que oferecem bolsas, em uma seleção feita a partir de currículo e entrevistas. A página do Study in Finland explica direitinho sobre isso, dá uma olhada: http://www.studyinfinland.fi/tuition_and_scholarships

Então quais são as opções para um estudante de graduação que quer ir para o exterior mas cujo curso não se encaixa no Ciência sem Fronteiras?

Infelizmente, de novo, (e até onde eu sei) não tem muito para onde correr. Se o governo brasileiro realmente não mudar de ideia e decidir expandir o CsF para as Humanas, e se você não tem condições de juntar o dinheiro para um ano na Finlândia (na taxa de câmbio de hoje, R$19.200,00), a sua melhor aposta é terminar a graduação no Brasil e tentar concorrer para uma bolsa de mestrado, como por exemplo as bolsas do programa Erasmus Mundus.

Se você resolver esperar um pouco e deixar para ir para a Finlândia para um mestrado ao invés de graduação, a grande vantagem é que você vai poder estudar em inglês. Como eu disse acima, aprender finlandês para fazer a graduação lá é complicado e pode levar um tempo razoável. (Eu estudei finlandês por dois anos e ainda não estaria em condições de fazer um curso universitário). Por outro lado, finalizando seu curso, você tem tempo de aprender um pouco de finlandês para facilitar a vida, juntar um dinheiro, e se preparar para pedir a bolsa dos seus sonhos com calma – e consequentemente com mais chances de sucesso.

De qualquer forma, eu não estou 100% informada a respeito das opções de financiamento hoje em dia, e por isso recomendo que você não aceite minhas palavras como finais, e tente continuar pesquisando se há outras opções de bolsas que eu não estou sabendo, não só para a Finlândia, mas para outros países. Sei que para os EUA tem a bolsa Fullbright, e para o Reino Unido há o Chevening. Tem bolsas voltadas para mulheres apenas também, e acho que alguns bancos oferecem algum programa. As vagas são limitadas, mas não custa dar uma olhada, né?

Boa sorte e abraços!

 

Posted in Estudo | Tagged , , | 2 Comments

Imigração de mão de obra qualificada para a Finlândia, é possível?

A pergunta que mais recebo por e-mail aqui pelo Brasilialainen é, sem dúvida, de profissionais brasileiros investigando as possibilidades de trabalho na Finlândia.

Até o momento, a Finlândia não possui um programa organizado de imigração de trabalhadores qualificados, da mesma forma que o Canadá e a Austrália, por exemplo. Via de regra, para conseguir um visto de trabalho na Finlândia, é preciso entrar em contato com o empregador, que será o seu “patrocinador”, antes de sair do Brasil.

A prática de algumas profissões é regulamentada na Finlândia (por exemplo na área de saúde). Nesse caso, será necessário, além de ter o patrocinador já disposto a te empregar, obter o reconhecimento das suas qualificações profissionais e a autorização do órgão para exercer a profissão. Veja a lista das profissões regulamentadas na Finlândia, onde você encontra também o link para os órgãos responsáveis pelo reconhecimento dos diplomas obtidos no exterior. Mais informações sobre esse processo também na página do Finnish National Board of Education.

Mas tudo isso é apenas burocracia. O difícil mesmo é que, para exercer essas profissões regulamentadas, especialmente na área da saúde, será necessário aprender finlandês (ou sueco). Não tem como fugir desse requerimento! Então é bom começar a estudar desde já 🙂

Em algumas outras profissões, especialmente na área de tecnologia, falar finlandês não é tão necessário assim. Mas, como a gente já comentou aqui antes, falar a língua do país muda completamente sua experiência por lá, e é altamente recomendado.

Link relacionado: Trabalho para imigrantes na Finlândia (outubro 2009)

Posted in Trabalho | Tagged , , , | 1 Comment

Ciência sem Fronteiras na Finlândia

Você sabia que o governo brasileiro oferece bolsas de graduação, mestrado e doutorado na Finlândia por um período de até 12 meses?

Se você tem vontade de estudar na Finlândia, esta é uma chance imperdível.

Visite o site do programa para mais informações e boa sorte!

http://www.studyinfinland.fi/cienciasemfronteiras

Posted in Estudo | Tagged , , | Leave a comment

Ciência Sem Fronteiras oferecerá bolsas para mestrado profissionalizante

Boa notícia! Além das bolsas de graduação e de doutorado, o programa irá oferecer também bolsas de mestrado profissionalizante.

O programa Ciência sem Fronteiras do governo federal passará a oferecer bolsas de mestrado profissional, anunciou a presidenta Dilma Rousseff em entrevista ao programa semanal Café com a Presidenta nesta segunda-feira (02/12/2013). Segundo Dilma, a nova modalidade deve ajudar a aperfeiçoar as habilidades de estudantes e pesquisadores já graduados e qualificá-los ainda mais para o mercado profissional.

“Vamos começar oferecendo bolsas de estudo para o mestrado profissional nas melhores universidades dos Estados Unidos, como Harvard, Columbia, MIT, Illinois, Stanford, Carnegie Mellon e Yale, para as áreas prioritárias do Ciência sem Fronteiras, como Engenharia, Ciências Exatas, como Matemática, Química, Física, Biologia, Ciências Médicas, Ciências da Computação, Ciências da Área de Energia e Ciências da Natureza. Tenho certeza que essa nova modalidade de bolsa do Ciência sem Fronteiras vai ajudar a dar um salto na formação profissional e tecnológica dos trabalhadores nas nossas empresas”, explicou a presidenta.

 

Fonte: http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2013/12/ciencia-sem-fronteiras-oferecera-mestrado-profissional

Para quem quer estudar na Finlândia, não deixe de conferir o site do programa e ver as chamadas abertas:

http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/

Boa sorte!

Posted in Estudo | Tagged , | Leave a comment

Procura-se: Iniciativas para ensino de português para crianças na Finlândia

Recebi um email da Andréa perguntando se eu conheço alguma associação que ensine português para crianças na Finlândia. Como eu não moro mais na Finlândia, estou por fora do assunto. Mas repasso a mensagem dela aqui, caso alguém queira entrar em contato com ela!

Oi pessoal,

Gostaria de saber se vocês conhecem alguma iniciativa de maes e/ou professoras que tem como objetivo falar português com as criancas (filhas de brasileiros que vivem na Finlândia) e passar um pouco da nossa cultura para elas. Faco parte de uma em Munique/Alemanha e junto com a Felícia, da Brasil em Mente em Nova Iorque, estamos tentando mapear essas organizacoes para promovermos o intercâmbio. Trata-se também do ensino da língua portuguesa como língua de heranca. Agradeco muito por qualquer informacao.

Um abraco, Andréa

Se alguém conhece, entre em contato com elas pelo link da Brasil em Mente!

 

Posted in Língua, Vida | Tagged , , , | Leave a comment

Pergunta do leitor: problemas para entrar na Finlândia a turismo?

A Denise pergunta:

Sou Brasileira casada com Espanhol vivemos no BRASIL e estamos pensando em ir conhecer a Finlândia, enfim sei que para meu esposo não terá problema em entrar na Finlândia por ser Europeu. Eu enfrentaria algum problema para entrar no País, mesmo casada com um europeu? vivemos um tempo na Espanha, porem hoje vivemos no Brasil.
Desde já obrigado.

Oi Denise!

Se vocês querem ir para a Finlândia só para visitar o país, não se preocupe, vocês não terão problema algum. É que brasileiros não necessitam de visto de turismo para entrar na Finlândia (e na verdade, para nenhum país da Área Schengen) por um período de até 90 dias. É preciso, no entanto, observar alguns requisitos, como: ter um passaporte válido por pelo menos o período da viagem inteira (alguns países requerem até 6 meses de validade além do fim da viagem), demonstrar ter dinheiro suficiente para bancar a estadia, ter reserva em hotel ou carta-convite de quem vai te hospedar, ter o seguro-saúde por todo o período da viagem e ter a passagem de volta marcada.

Você pode ler mais sobre esses requisitos na página da Embaixada da Finlândia: http://www.finlandia.org.br/public/default.aspx?nodeid=36434&contentlan=17&culture=pt-BR

Se a sua intenção é se mudar para a Finlândia para morar, você precisa pedir o visto de residência com base em laços familiares ANTES de sair do Brasil. Tem uma certa burocracia para provar o casamento, traduções juramentadas, mas no final das contas dá tudo certo. Também recomendo olhar a página da Embaixada ali em cima, que tem todas as informações e os contatos para tirar dúvidas.

Grande abraço e bons passeios!

Posted in Trabalho, Vida | Tagged , , | Leave a comment

Pergunta do leitor: imigração para a Finlândia

O Leandro Pimentel pergunta:

Bom dia eu minha esposa e minha filhas gostaríamos muito de imigrar para a Finlândia, eu sou Administrador e Gastrônomo e minha esposa é Enfermeira (com maior experiência em geriatria – Idosos), gostaríamos de saber quais seriam as nossas chances de conseguir?

Oi Leandro, desculpe a demora na resposta à sua pergunta.

Quais são as suas chances? Para ser sincera, não sei responder à essa pergunta. Acho que se você quiser mesmo, nada é impossível. Mas pode demandar um grande envolvimento e esforço da sua parte, já que via de regra, para conseguir um visto de trabalho na Finlândia, é preciso ter um empregador disposto a te contratar antes mesmo de sair do Brasil. É nesse ponto que muita gente desiste, já que fazer os contatos só via internet parece bastante complicado – e é mesmo…

Mas, se você tem muita vontade mesmo, não deixe que isso restrinja suas opções. Eu sugiro entrar em contato com a Embaixada da Finlândia no Brasil, fazer perfil no LinkedIn para entrar em contato com pessoas da sua área que trabalhem por lá, entrar nos grupos relacionados no Facebook, enfim… Dar um jeito de descobrir como está o mercado por lá e ver se tem alguma oportunidade para você.

No caso da sua esposa, sei que a Finlândia tem necessidade de profissionais de saúde, e especialmente gente com experiência no cuidado de idosos, mas não achei nenhuma informação atual a respeito de um programa de imigração aberto, como o que existe para o Canadá. Novamente, sugiro entrar em contato com o pessoal da embaixada, que com certeza eles vão ter as informações a respeito de tal programa, caso exista.

De qualquer forma, tanto na sua área quanto na área de sua esposa, o conhecimento da língua finlandesa será essencial. Se você realmente quer levar adiante esse projeto, um passo inicial que você pode começar a dar é ir se familiarizando com o finlandês desde já! Aqui mesmo no Brasilialainen você vai encontrar uma série de links que podem te ajudar.

Em tempo: o melhor lugar para conseguir informações a respeito do processo de imigração para a Finlândia é no site do serviço de imigração finlandês: http://www.migri.fi/working_in_finland. Dá um pulinho lá para entender melhor como todo o processo funciona.

Boa sorte e abraços!

Posted in Trabalho | Tagged , , | 7 Comments

Pergunta do leitor: Hospedagem (barata) na Finlândia, existe?

Ao pessoal que mandou e-mail e comentários nos últimos meses, minhas desculpas! Aqui na Europa essa é a época das férias de verão, então a fila de comentários não respondidos ficou grande!

De volta às respostas: como sempre, prefiro trazer aqui pro blog ao invés de responder nos comentários, que fica mais fácil para outras pessoas com dúvidas semelhantes encontrarem.

O Anderson de Freitas perguntou, lá no final de julho:

Eu chego em Helsinki hoje à noite. Eu sei pouco da cidade. Eu fico 2 dias. No dia 31 de julho, eu pegarei um trem para Oulu para encontrar com amigos. Você pode me ajudar? Eu tentei CS [CouchSurfing, www.couchsurfing.com], mas não consegui. Sabe de algum hostel barato e perto da estação central?

Existe hotel/hostel (albergue) barato na Finlândia? Vixi, complicado! Escandinávia, como todos sabem, é geralmente caro, mesmo para bolsos europeus. Mas não é necessariamente impossível. Já vi quartos para duas pessoas custando 60 euros por noite, e camas em albergues por 20 euros por noite, o que é até aceitável para o padrão de preços da Europa.

Esta resposta já não pode ajudar o Anderson, mas para quem procura hospedagem na Finlândia pode tentar os seguintes lugares (que não estão em nenhuma ordem de preço ou preferência):

1) Omena Hotels (http://www.omenahotels.com/)

Rede de hotéis “baratos” na Finlândia e Suécia. Baratos entre aspas, porque sempre depente da época, local, disponibilidade de quartos. É um conceito de hotel diferente, porque é self-service, não tem staff, não tem recepção, você faz a reserva online e recebe um código para entrar no seu quarto. Os quartos são de tamanho (e decoração) padrão e cabem 4 pessoas, portanto se você está sozinho acaba sendo meio caro… mas se ocupa o quarto todo pode sair até mais em conta que albergue.

2) Serviços online

São aqueles sites que fazem a intermediação entre o hotel e o hóspede.

Para quem viaja sozinho, recomendo o Hostel World (http://www.hostelworld.com/accommodation/Finland). O Booking.com (http://www.booking.com/) também nunca me deixou na mão.

3) AirBNB (https://www.airbnb.com/)

Na minha mais recente viagem à Finlândia (é! Eu não moro mais na Finlândia, chuif), antes de conseguir hospedagem na casa de uma amiga querida, cheguei a reservar um apartamento lindíssimo de um casal de Helsinki. O preço estava em conta para a localização e o apartamento, já que reservamos com antecedência.

4) Wikitravel (http://wikitravel.org/)

O Wikitravel é a Wikipedia dos guias de turismo, e tem boas dicas de lugares para ficar. Antes de escolher um hotel, sugiro ler a página sobre a cidade de destino para ter uma ideia dos bairros, lugares para comer e preços. As páginas em inglês são as mais completas, mas para algumas cidades tem até o guia em português também.

Se alguém tem sugestões de outros lugares bons para procurar hospedagem na Finlândia, avisa aí nos comentários!

Posted in Vida | Tagged , , | Leave a comment

Pergunta do leitor: Morar na Finlândia com passaporte europeu

O Luiz Eduardo pergunta:

boa noite gostaria de viver na filandia tenho passaporte europeu,queria viver e trabalhar ai,queria saber se tem muitos brasileiros ai, outra coisa aonde fica a comunidade espanhola ai se é que tem a comunidade espanhola ai.gostaria de maior ajuda, pois quero morar e trabalhar meu seguimento é alimentação.boa noite obrigado

Oi Luiz Eduardo,

cidadãos europeus têm a grande vantagem de não necessitar de visto para se mudar entre os países da União Europeia. Você pode simplesmente fazer suas malas e ir para a Finlândia. Chegando lá, precisa se apresentar na polícia e se registrar. Até onde eu sei, não há restrições para o tempo que você pode permanecer, mas creio que você não tem direito ao serviço de seguridade social deles. De qualquer forma, entre na página do serviço de imigração finlandês (http://www.migri.fi/information_elsewhere/eu_and_nordic_citizens) para confirmar as informações.

Na Finlândia a comunidade de brasileiros não é muito grande. De acordo com o serviço de imigração finlandês, em dezembro de 2012 havia apenas 773 brasileiros registrados no país todo. A comunidade espanhola é um pouco maior, com 1691 imigrantes registrados (os dados sobre a imigração no país você pode ver aqui: http://www.migri.fi/about_us/statistics).

No entanto, eu não sei te dizer onde eles se concentram, embora meu palpite seria que em Helsinki deve ter as maiores comunidades de imigrantes por ser a capital. Sugiro você procurar as comunidades de brasileiros e espanhóis na Finlândia no Facebook ou pesquisando no Google, que certamente deve ter alguma coisa!

Por fim, sobre trabalho, a coisa é um pouco mais complicada, pois como já escrevemos por aqui, normalmente é difícil se estabelecer na Finlândia sem falar finlandês. Um setor que eu sei que é exceção é o da tecnologia, que emprega com frequência estrangeiros que sejam fluentes em inglês apenas. No setor da alimentação, confesso que vou ficar devendo informações… De qualquer forma, tente entrar em contato com as comunidades de brasileiros e espanhóis no Facebook, que eles talvez possam te ajudar com informações mais específicas sobre o seu setor.

Boa sorte!

Posted in Trabalho, Vida | Tagged , , | 3 Comments

Pergunta do leitor: O que é preciso para estudar na Finlândia?

A Camila comenta:

Olá,

Eu sempre tive vontade de ir morar na Finlândia um dia, de procurar oportunidades de estudo ou trabalho. Desde o ano passado comecei a fazer aulas para aprender a falar finlandês aqui no Rio de Janeiro, onde moro. Nunca tive coragem de seguir esse sonho porque achava que podia não dar certo mas de um tempo para cá, resolvi esquecer esse medo e investir nessa empreitada.
Estou com uma viagem marcada para a Finlândia agora em Maio para passar 10 dias. Tenho lido muito o seu blog que tem me ajudado bastante com dicas. Quero conhecer um pouco do país e tentar pesquisar e me inteirar sobre as oportunidades de estudo. Quero MUITO ir morar lá.
Me informei na Embaixada da Finlândia em Brasília que turistas podem permanecer na Finlândia por 3 meses sem visto.
O que é necessário para ir estudar lá? tenho que comprovar algo?

Olá, Camila! Obrigada pela visita!

Eu acho que sua estratégia é muito válida, ir primeiro passar uns dias na Finlândia e ver o que você acha do país antes de entrar de cabeça na empreitada. Eu tenho certeza de que você vai amar o país, que em maio é simplesmente lindo!

Sim, você pode permanecer no país como turista por 3 meses, mas não é possível transformar o visto de turista em visto de estudo. De qualquer forma, você vai precisar voltar para o Brasil e solicitar o visto de lá. Para pedir o visto, você precisa ter sido aceita em uma universidade, precisa de um seguro-saúde válido e precisa também comprovar ter uma fonte de renda de no mínimo 500 euros por mês por todo o período do visto (que tem validade de no máximo um ano, de acordo com a duração do seu seguro-saúde). A renovação do visto pode ser feita na polícia local, sem necessidade de voltar para o Brasil para tal.

Mas o processo é bem tranquilo, o pessoal na embaixada e nas universidades sempre ajuda muito. Minha sugestão para você é entrar em contato com as universidades que te interessam antes de ir para a Finlândia e ver se dá para marcar um dia para aparecer por lá, para o pessoal te apresentar a universidade, te informar sobre as datas de inscrição e tirar as dúvidas a respeito do processo todo. Além disso, dê uma olhada aqui no Brasilialainen, especialmente na seção Estudo, que a gente já postou sobre o processo de ir para a Finlândia para estudar.

Boa sorte!

Posted in Estudo | Tagged | 3 Comments